(11) 4791.2022 (Whatsapp)
bunkyo.mogidascruzes@gmail.com
Rua Presidente Campos Sales, 230
Vila Industrial • Mogi das Cruzes • SP
CEP 08770-210

Principais eventos

Durante o ano, o Bunkyo de Mogi das Cruzes, referência de preservação da história, cultura e tradições da comunidade japonesa, realiza uma série de eventos na cidade. A ampla programação atrai visitantes de todo o Alto Tietê e também de cidades de outras regiões e estados que têm oportunidade de conhecer todo o potencial do município, com destaque para as áreas agrícola e de negócios, além das manifestações artísticas e da culinária típica oriental.
Img: Principais eventos
Img: Principais eventos 2
Akimatsuri

  O principal festival agrícola da comunidade japonesa, o Akimatsuri, atrai todos os anos mais de 50 mil visitantes vindos de várias partes do país ao Centro Esportivo do Bunkyo, em Mogi das Cruzes. Realizado geralmente em abril para agradecer a colheita, o tradicional evento conta com ampla programação e apoio de voluntários que ajudam no resgate, divulgação e preservação da cultura japonesa. Em 1986, a primeira edição aconteceu na sede da Associação dos Agricultores de Cocuera. No ano seguinte, a festa foi levada para o Centro Esportivo do Bunkyo, na Porteira Preta.

  A comemoração, inserida nos calendários turísticos de Mogi das Cruzes e do Estado de São Paulo, é prestigiada por integrantes da colônia japonesa que se dedicam para preservar suas tradições e cultura. O evento oferece extensa programação de shows e atividades que, além de garantir entretenimento, divulgam o potencial de jovens talentos e grupos artísticos. Uma das atrações é o concurso Miss Akimatsuri, que nos últimos anos ganhou a versão para crianças, com o Miss Akimatsuri Júnior.

  No início, a festa acontecia em um único dia, alguns anos depois passou a ser realizada em um sábado e domingo e, nos últimos tempos ocorre em dois finais de semana. Na praça de alimentação, há grande diversidade de pratos típicos da culinária japonesa comercializados pelas associações que integram o Bunkyo e revertem os recursos para manutenção de atividades por elas desenvolvidas.

  O público pode comprar produtos diretamente dos agricultores, além de itens de origem japonesa, equipamentos, roupas, sapatos, bolsas, entre outros. No Pavilhão Agrícola, montado no ginásio de esportes, os hortifrutigranjeiros que se destacam ficam expostos e são usados de forma criativa na decoração do ambiente.

  Um dos pontos altos do Akimatsuri é o Tooro Nagashi, antigo ritual japonês no qual barquinhos de isopor confeccionados com uma vela ao centro são soltos no rio para lembrar a alma dos antepassados e pedir saúde, proteção, paz e prosperidade.

  Além de festival agrícola e cultural, o Akimatsuri é um grande centro de negócios para empresários que querem expor e divulgar produtos e marcas ao público crescente a cada ano.
Img: Furusato Matsuri
Img: Furusato Matsuri
Furusato Matsuri

  O Furusato Matsuri tem sua origem na antiga Festa do Pêssego e da Avicultura, tradição desde o início da década de 1970 no Cocuera, em Mogi das Cruzes. Já no começo dos anos 90, com a forte diversificação da produção agrícola e plantio de outras frutas, além de hortaliças, a comunidade japonesa mudou o nome do evento, que desde então significa ‘volta à terra natal’.

  Seguindo a proposta de divulgar os produtos do campo, agradecer pela colheita e atrair ao evento os filhos e netos dos imigrantes fundadores do bairro, o Furusato Matsuri acontece em novembro, na sede da Associação dos Agricultores de Cocuera. No pavilhão agrícola é apresentado o melhor da produção da região, como hortifrutigranjeiros, flores e bonsai, que depois do evento são doados a entidades assistenciais. Paralelamente à exposição, os visitantes podem adquirir flores, frutas e hortaliças à venda nos estandes.

  Já com a participação de empresas do setor agrícola divulgando inovações em máquinas e suplementos, vendas de produtos, apresentações artísticas e culturais, além de pratos típicos da culinária oriental, a primeira edição do evento foi realizada nos dias 8 e 9 de novembro de 1991. Desde então, o Furusato Matsuri foi incorporando mais atrativos, como parque de diversões, estandes com a comercialização de produtos variados, venda de hortifrutigranjeiros diretamente dos produtores a preço de custo, novidades no cardápio alimentício e atividades de apoio aos agricultores.

  Os associados ajudam no preparo e na realização do evento, que ao longo dos anos vem se profissionalizando, proporcionando mais conforto e apostando na melhora contínua do atendimento aos visitantes e das instalações disponibilizadas aos expositores.
Img: Undokai
Img: Undokai
Undokai

  Uma das tradições da cultura japonesa mantida há mais de 80 anos em Mogi das Cruzes é o undokai, que foi iniciado na cidade no ano de 1926, com a fundação da então Associação da Colônia Japonesa em Mogi das Cruzes - hoje Associação dos Agricultores de Cocuera. Já no Japão, o evento surgiu em 1880, quando foi declarada na constituição que os familiares deveriam se reunir nas escolas anualmente para confraternização. No Brasil, os imigrantes começaram a realizá-lo em associações culturais há 108 anos e, em Mogi das Cruzes, a atividade teve início há mais de oito décadas, no bairro do Cocuera, e também acontece no Centro Esportivo do Bunkyo e nas associações de bairro.

  Nos últimos anos, a organização dos undokais na cidade é do Bunkyo, por meio da Lei de Incentivo à Cultural (LIC), da Prefeitura de Mogi das Cruzes. Além de preservar e valorizar a cultura japonesa na cidade e região do Alto Tietê, o projeto mantém o undokai presente entre as gerações, envolvendo os jovens nikkeis, além de toda a população, já que é aberto ao público em geral, possibilitando a vivência das tradições orientais às crianças, jovens e adultos de várias nacionalidades, valorizando o trabalho coletivo por meio dos voluntários envolvidos no projeto, ajudando os artistas nikkeis a divulgarem trabalhos e incentivando os jovens a revelarem talentos.

  Todos os associados se reúnem para colocar bandeirolas no campo, montar barracas e preparar atividades neste dia. Participam de gincanas culturais, com música e dança, além de variadas provas preparadas para todas as idades. Ao final, os vencedores recebem premiação. Na hora do almoço, a refeição é comunitária, que cada família traz preparada de casa, e há apresentações culturais, como de taikô, grupo de Radio Taisso e bandas de jovens da comunidade.

  Esta importante herança da imigração japonesa reúne várias associações de bairro, concentrando cerca de 500 pessoas em um dia inteiro voltado ao lazer e à recreação em família. O evento ganha tanto destaque que, em 1998, foi inserido no calendário turístico de festividades de Mogi das Cruzes. Na cidade, a tradição é mantida anualmente pelo Bunkyo e associações agrícolas de Cocuera, Biritiba Ussu, Pindorama e Porteira Preta.
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
Img: Banner Lateral
home • topo da página • contato
Img: Logo Bunkyo
BUNKYO
Associação Cultural de Mogi das Cruzes
(11) 4791.2022 (Whatsapp)
bunkyo.mogidascruzes@gmail.com
Rua Presidente Campos Sales, 230
Vila Industrial • Mogi das Cruzes/SP
CEP 08770-210
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Jornalista Resp.: Carla Ortiz
Linha Fina
2758.8018
(11) 98329.3839
linhafina@linhafina.com
2019. Todos os direitos reservados. Desenvovimento: inotech